Categorias
Bem Estar

5 maneiras diferentes de fazer café

Você é daquelas que precisa de um cafezinho pro dia ficar completo? Confira 5 maneiras de preparo que resultam em sabores distintos

Faça frio ou calor, no café da manhã ou após o almoço, o café é companheiro para todos os momentos. Você sabia que existem diferentes formas de fazê-lo? Para fazer um café delicioso, a preparação faz toda a diferença. Conheça abaixo 5 maneiras diferentes de fazer café!

Coador de pano

Vamos começar com o método mais tradicional das casas e padarias brasileiras. Sua ideia é muito simples: coloque o pó no coador, despeje só um pouquinho de àgua quente, após 15 segundos coloque o restante, filtrando para dentro de um bule. Aqui, o truque para o sabor perfeito é antes de passar o café, jogar água quente em toda lateral do coador de pano e descarta-la.
Esse método é rápido e fácil, mas requer cuidado com o tipo de pano e a quantidade de vezes ele será usado. A dica de preparo é usar 50 gramas para 500 ml de água, já que a trama do tecido faz uma extração mais rápida do café.

Filtro de papel

O filtro de papel foi criado em 1908, na Alemanha pela dona de casa Melitta Bentz. Insatisfeita com o gosto amargo e os resquícios de pó que ficavam no fundo da xícara, ela perfurou um caneco de latão e uma tampa e o tampou com um pedaço de papel mata-borrão, um tipo de papel que era usado para absorver tinta. E assim nasceu a ideia do filtro de papel usamos até hoje.
A dica de preparo é 40 gramas para 500 ml de água. Nesse método, o café fica mais suave, menos amargo e mais translúcido.

Cafeteira italiana ou Moka

Precursora das máquinas de café expresso, essa cafeteira surgiu na Itália como adaptação do bule. Muito conhecido na Europa, o preparo do café na Moka é bem simples: na parte de baixo da cafeteira, coloca-se agua e, na parte de cima, o café. Depois a parte de cima deve ser rosqueada e a cafeteira colocada no fogo, assim quando a água ferver, ela passa pelo pó e a bebida sobe, ficando guardada na parte superior. A dica de preparo é 30 gramas de café moído grosso para seis xícaras. O resultado é uma bebida bem encorpada e com pouca acidez. Delícia!

Máquina de expresso

Essa máquina tão famosa surgiu em 1822 na Europa e ao longo do tempo foi ganhando algumas adaptações. Disponível para uso doméstico e profissional, nesse preparo a água passa pelos grãos com uma grande pressão, liberando um sabor mais concentrado. A dica de preparo é usar 9 gramas por xícara, sendo o resultado é uma bebida bem encorpada e muito aromática.

Cafeteira elétrica

Super prática, a cafeteira elétrica é perfeita para quem não quer se preocupar com a água fervendo no fogo. Nesse preparo, após colocar o pó e agua nos recipientes certos, ela atinge a temperatura correta e automaticamente libera o café. A dica de preparo é usar 5 ou 6 colheres de sopa de pó para cada litro de água, assim o resultado é uma bebida mais suave e menos amargo.

E aí, vai um cafezinho?! Conta pra gente aqui nos comentários como é o seu café preferido!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *